Aliança Empreendedora carregando
Blog
arquivo
Tamo Junto bate recorde de acessos com 60 mil empreendedores conectados em um mês

Tamo Junto bate recorde de acessos com 60 mil empreendedores conectados em um mês

 Plataforma dobra o número de inscritos em abril com conteúdos diários e gratuitos para empreendedores

No último mês, o Tamo Junto dobrou o número de inscritos, alcançando mais de 60.000 usuários. A plataforma de conteúdo online e gratuito para microempreendedores, criada pela Aliança Empreendedora, está com um ritmo acelerado de produção de conteúdos. Isso devido a crise gerada pela pandemia e, consequentemente, o isolamento social. Segundo a pesquisa Crédito no Brasil para MPEs em Tempo de COVID19, cerca de 89% das MPEs e MEIs tiverem um impacto negativo nas vendas.

Por mais que a internet ainda não chega a todos, temos uma parcela de 70% da população com acesso a internet no Brasil e nas classes D e E, 48% têm acesso (dados G1). Para a Aliança Empreendedora e o Tamo Junto, adaptar-se nesse momento incluiu, principalmente, o uso da internet como forma de continuar disseminando conhecimento. A proposta do Tamo Junto é de cada vez capacitar mais microempreendedores, para que consigam otimizar seus negócios. Além disso, a Aliança Empreendedora e o Tamo Junto tem buscado soluções de acesso, levando em conta as dificuldades e barreiras tecnológicas que a população ainda enfrenta para se capacitar de forma online.

Até início de abril, a plataforma contava com cerca de 32 mil usuários e no fim do mês, já contava com mais de 63 mil inscritos. Em apenas um mês, foram mais de 98 mil acessos no site. Parte disso surgiu devido a uma parceria entre a Fundação Casas Bahia, Aliança Empreendedora e Tamo Junto. No dia 13 de abril abriram as inscrições para o curso Trilha do Conhecimento – Fundo Emergencial Mulher Empreendedora. Com apenas cinco videoaulas, o curso apresenta dicas para realizar a gestão financeira, incentiva mulheres a continuarem empreendendo e também fala da importância da rede de contatos e da solidariedade. Ao finalizarem o curso e preencher um questionário, as mulheres também poderiam concorrer a um fundo emergencial que está apoiando 2000 mulheres de comunidades da cidade de São Paulo e do Rio de Janeiro. 

Cássia Bastos, uma das empreendedoras que realizou o curso, comenta: “Nesse momento realmente ficamos sem chão. Mas com as dicas podemos nos estruturar e rever essa situação. Já estou com algumas ideias, vou colocar no caderno o meu financeiro e minhas prioridades.” Além do curso Trilha do Conhecimento, a plataforma do Tamo Junto conta com mais 14 cursos disponíveis, com dicas de gestão financeiras, gestão do negócio, vendas online, entre outros temas. E todos os cursos possuem certificado para aqueles que finalizarem. 

O site também tem artigos, videoaulas avulsas e ferramentas disponíveis para download, que podem contribuir com a gestão do negócio. Ao todo são mais de 200 conteúdos com informações. Tem conteúdo tanto para quem ainda está pensando em ter um negócio e não sabe como começar, como para aqueles que que já tem seu negócio estruturado mas buscam sempre formas de melhorar, já que 62% dos usuários já empreendem. Segundo Helena Vieira Casanovas, cofundadora e diretora de Pesquisa & Desenvolvimento da Aliança Empreendedora, a plataforma terá cada vez mais conteúdos práticos também. “O Tamo Junto vai caminhar neste de sentido de ter mais passo a passo, tutoriais, explicar os pormenores de como fazer uma transição de um negócio para outro, por exemplo”.   

 Neste momento, deve-se apoiar ainda mais o pequeno empreendedor. Tanto com a oferta de conhecimento e ferramentas gratuitas, como o Tamo Junto, para que possam se capacitar em relação aos seus negócio. Mas também com ações simples, como consumir produtos e serviços do comércio local. O micro e pequeno negócio impactam diretamente na economia do país. Segundo o Sebrae, esses negócios representam 98,5% de todas as empresas do país, além de serem responsáveis por 27% do PIB nacional.

Para Helena, o Tamo Junto é essencial por ser uma forma de democratizar  o conteúdo de forma gratuito, ainda mais no momento atual. “Pensando no desafio que é para os empreendedores irem para o online, estamos trazendo muito conteúdos para que eles consigam adaptar seu negócio o mais rápido possível.  Ir para o online, começar uma nova estratégia, quem sabe até comercializar outro produto ou serviço para os clientes e redes de contato que já possuem”, complementa. 

Em relação aos próximos passos, Helena está positiva e com planos da Aliança Empreendedora em fazer a plataforma crescer ainda mais. “Estamos caminhando para o Tamo Junto ter uma versão em espanhol. Tudo isso começou pois já atuamos com o público imigrante. Temos vários conteúdos em espanhol e agora queremos realmente ter uma versão em espanhol da plataforma” comenta Helena. O objetivo é atingir tanto imigrantes, que chegam no Brasil e precisam trabalhar por conta própria, como empreendedores da América Latina. Para que possam acessar com mais facilidade os conteúdos, uma vez que as dificuldades ao empreender, são parecidas.  

A produção de conteúdo continua alta e sempre realizada pensando no empreendedor. Não deixe de contribuir para que esses conteúdos cheguem em mais pessoas. Compartilhe com sua rede de contatos a plataforma do Tamo Junto: http://tamojunto.org.br/. E vamos juntos, mostrar que todos podem empreender.

Comentários