Aliança Empreendedora carregando
Blog
arquivo
Microempreendedores imigrantes apoiados pela Aliança apresentam suas ideias de negócios em busca de autonomia e da melhoria efetiva da cadeia têxtil em São Paulo capital

Microempreendedores imigrantes apoiados pela Aliança apresentam suas ideias de negócios em busca de autonomia e da melhoria efetiva da cadeia têxtil em São Paulo capital

Três dos seis imigrantes que participaram do treinamento para empreendedores iniciantes promovido pela Si, Yo Puedo, organização aliada do projeto Uma Mensagem para a Liberdade, uma iniciativa da Aliança Empreendedora com financiamento da Fundação Rockefeller, apresentaram no último dia 22 suas ideias de negócio num evento de pré-estreia do projeto.

Filomena Chumbi contou aos convidados – representantes da Aliança Empreendedora e da Si, Yo Puedo – que pretende abrir uma loja virtual para vender roupas. A inspiração, segundo ela, veio dos filhos, que compram tudo pela internet. Já Cynthia Momani quer abrir uma oficina regularizada, enquanto Ramiro Contreras pretende abrir um serviço funerário voltado para os imigrantes bolivianos, preservando a cultura e os rituais, e voltando às suas origens profissionais, já que o imigrante trabalhou com isso na Bolívia.

Os outros três membros da turma treinada pela Si, Yo Puedo não participaram do evento devido à grande demanda de trabalho da época. Apesar de estarem dispostos a abrirem seus próprios negócios, boa parte dos imigrantes da turma trabalha em oficinas de costura, as quais estão em período de alta produção, o que os obriga a trabalhar em jornadas exaustivas, inclusive aos finais de semana.

Leia as últimas notícias sobre o projeto “Uma Mensagem para a Liberdade”
Startup parceira do projeto “Uma mensagem para a liberdade” vence Social Good Brasil
Agosto marca início dos treinamentos de empreendedores do projeto Uma mensagem para a liberdade

Comentários