Aliança Empreendedora carregando
Blog
arquivo
Santander e Aliança Empreendedora irão apoiar cerca de 200 microempreendedores em programa piloto em São Paulo e Recife

Santander e Aliança Empreendedora irão apoiar cerca de 200 microempreendedores em programa piloto em São Paulo e Recife

 

Equipe da Aliança Empreendedora e Santander durante o lançamento do Programa em REcife

Equipe da Aliança Empreendedora e Santander durante o lançamento do Programa em Recife

A metodologia utilizada será a “Jornada Empreendedora”, de base na teoria “Effectuation”, que vê o empreendedorismo como um conjunto de habilidades a serem aprendidas e desenvolvidas, não como um dom

Nos dia 24 de junho na cidade de São Paulo e nos dias 09 e 10 de julho no Recife, foi dado o pontapé inicial do Programa Parceiros em Ação, uma iniciativa da área de Investimento Social do Santander que conta com a parceria do Santander Microcrédito e a execução da Aliança Empreendedora. O Programa tem como objetivo identificar, apoiar, capacitar e integrar cerca de 200 microempreendedores de comunidades de baixa renda, em cidades onde o Santander Microcrédito tem operação, de forma a ampliar oportunidades e potencializar seus negócios até o fim de 2013. Mesmo em parceira direta com a área de microcrédito do banco, para que o microempreendedor participe dos encontros de capacitação, não é necessário que ele seja cliente do banco.

O Parceiros em Ação irá acontecer em três praças. Em São Paulo foi escolhida a praça de Heliópolis, e em Pernambuco foram escolhidas as praças de Cabo de Santo Agostinho e São Lourenço da Mata. Desde maio de 2013, a Aliança Empreendedora já está em campo conhecendo as regiões beneficiadas, divulgando o programa, buscando apoiadores locais e microempreendedores interessados.

O Programa utiliza a metodologia Jornada Empreendedora para apoio aos empreendedores. A metodologia da Aliança Empreendedora tem como base a teoria “Effectuation” da indiana radicada nos Estados Unidos Dra Saras Sarasvahty, que, em sinergia com o que Aliança Empreendedora acredita desde sua fundação, fala que empreender não é um dom, um conjunto de características ou um perfil do qual a pessoa nasce ou não. Mas sim um conjunto de habilidades que podem ser aprendidas e desenvolvidas. Dentro da teoria, o processo de empreender se dá a partir da interação de 3 fatores:  1-“Quem sou”– Autoimagem/identidade, sonhos e visão de mundo,  2 – “O que sei” – Repertório de conhecimentos e experiências e 3 – “Quem conheço” – Rede de contatos e relacionamentos. A partir deles é possível “fazer com o que se têm”, usando seus talentos e relacionamentos para “criar” oportunidades que o aproximam daquilo que você gosta, sonha e/ou quer.

Para que a equipe de campo possa trabalhar as habilidades que um microempreendedor precisa ter, o programa prevê Encontros Regionais para a Formação de Redes e um módulo de Educação Financeira, que no todo abordam os 3 pilares da nossa metodologia. Nesse ano de 2013 está sendo realizado um piloto do programa para testar a metodologia e forma de trabalho, para que seja possível a replicação, por meio de Organizações Aliadas, nos próximos anos.

Uma das empreendedoras de São Lourenço da Mata, Viviane Braga de Brito, fala sobre qual a  sua expectativa em relação ao programa “Adorei conhecer o Programa. Estou muito curiosa para saber como vão ser os encontros.”. Pelos resultados e expectativas dos realizadores nos Encontros de Abertura podemos prever um futuro de sucesso para o Programa.

Comentários