Aliança Empreendedora carregando
Blog
Parceria da Aliança Empreendedora com Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis fortalece empreendedorismo local

Parceria da Aliança Empreendedora com Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis fortalece empreendedorismo local

Além de capacitações voltadas a gestão do negócio, projeto também promove encontros de mentoria coletiva e oficinas de empreendedorismo para a comunidade

Com o objetivo de fortalecer e impactar empreendedores da comunidade de Paraisópolis, na cidade de São Paulo, a Aliança Empreendedora iniciou neste ano uma parceria com o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis.Com essa parceria a Aliança irá apoiar 100 empreendedores da região até o fim do ano, com capacitações gratuitas em gestão de negócios e assessorias personalizadas, buscando desenvolver as competências empreendedoras dos microempreendedores locais.

Einstein na Comunidade2

Como explica Khin Borges, assessora de empreendimentos do projeto, as capacitações abordam temas relacionados a gestão com base nos desafios enfrentados pelos próprios empreendedores. “Durante os encontros são trabalhados três temas prioritários. Dois dos temas são escolhidos pela turma podendo ser Divulgação, Formação de Preço, Plano de Negócio, Gestão de Tempo, entre outros assuntos. Já o terceiro tema é relacionado a gestão financeira dos negócios, até porque essa é uma área que ainda gera muitas dúvidas aos empreendedores”, fala Khin.

As capacitações são realizadas duas vezes por semana no espaço do IIRS – Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis, com o projeto de empreendedorismo sendo uma parceria entre o Programa, a Fundación Mapfre e a Aliança Empreendedora.

Einstein na Comunidade3

O empreendedor Johnni Alves, de 24 anos, tem como negócio uma marcenaria em Paraisópolis. Procurou participar do projeto pois sentia muita dificuldade na parte de gestão, principalmente na parte financeira, e explica como a capacitação foi importante para repensar a organização do negócio. “O projeto foi mais do que eu esperava. São conteúdos importantes explicados de uma de forma mais descontraída que me ajudaram a absorver os conhecimentos com precisão. Eu tinha muita dificuldade de administrar, principalmente nos controles financeiros. Depois da capacitação consegui aplicar muitos dos aprendizados, troquei todas as planilhas de controle, por exemplo, para melhorar ainda mais a disciplina de gestão do negócio”.

Até o momento já participaram do projeto 36 empreendedores, sendo que a meta é que 100 pessoas participem até abril de 2018, entre os que já possuem um negócio ou os que querem começar a empreender. Além das capacitações, são realizados encontros de mentoria coletiva com os empreendedores apoiados, e oficinas temáticas sobre gestão de negócios, empreendedorismo e precificação, sendo as oficinas abertas ao público em geral da comunidade.

 

Comentários