Aliança Empreendedora carregando
Blog
arquivo
Ambiente de Inovação e Melhoria Contínua no Terceiro Setor - SGE

Ambiente de Inovação e Melhoria Contínua no Terceiro Setor – SGE

Falou-se por muito tempo da importância dos aspectos de sustentabilidade para o crescimento e fortalecimento das organizações. Porém, após a incorporação dos valores de sustentabilidade, as organizações começaram a perceber que também é preciso se diferenciar para atingir o sucesso. Para evoluir é necessário inovar.

Investir em Inovação já é uma realidade em organizações do Segundo Setor. Durante as últimas décadas a Toyota destacou-se por utilizar a melhoria contínua como motor da Inovação, o que resultou no sucesso e crescimento da montadora. Uma característica interessante desse recente processo de Inovação das organizações é o seu caráter colaborativo, ou seja, as empresas mais inovadoras são as que não se prendem a idéias de uma diretoria, mas as que investem para que todos os funcionários gerem idéias para a organização. No Brasil a Brasilata é um case de sucesso, pois seus funcionários geram milhares de idéias por ano e isso resulta no crescimento da empresa, em termos de faturamento e registro de patentes.

Verificando os ótimos resultados atingidos por empresas que investem em Inovação, a Aliança Empreendedora resolveu empreender um processo adaptado ao Terceiro Setor. Em fevereiro de 2009 iniciou o processo de incentivo a Geração de Idéias e Melhorias focadas na organização e seus projetos, áreas e seus acessos (conhecimento, comercialização e microcrédito). “É preciso inovar na gestão de organizações sociais e nos projetos por elas desenvolvidos, uma vez que a disputa por recursos é acirrada e os investidores cada vez mais procuram propostas inovadoras para financiarem.” Afirmou Tiago Alves, co-coordenador do Núcleo de Gestão de Impacto da Aliança Empreendedora.  Na Aliança Empreendedora, a inovação e melhoria contínua possibilitam a inventividade no trabalho e a constante busca da perfeição para adequação e atendimento das necessidades dos empreendedores de baixa renda.

Até o final de 2010 a organização pretende consolidar um modelo eficaz de gestão da inovação, aumentar significativamente o número de idéias e melhorias implantadas e gerar resultados efetivos e mensuráveis em termos de inovação.

Comentários