Não é a primeira crise que o país enfrenta, isso é verdade. Mas, é verdade também que muitos empreendedores que tem um pequeno ou médio negócio não se preparam para tempos difíceis. Se esse é o seu caso então esse tema é para você.

Quando a gente pensa em gestão pensamos em um olhar cuidadoso para diferentes áreas de um negócio. Essas áreas precisam estar ajustadas e funcionando de uma forma sistêmica e conectada. Se uma parte não estiver bem vai afetar todo o resto. Uma vez não organizados antes da crise o impacto agora é bem visível e aqui seguem algumas ações fundamentais para aplicar no seu negócio nesse momento.

#1 Seja criativo na hora de pensar como continuar vendendo 

Empreender tem sempre um toque de criatividade, não é mesmo? E é agora que você precisa usar e abusar dela. Converse com seus clientes, teste ideias diferentes, quem sabe até novos produtos ou serviços, apresente soluções que atendam a necessidade dos clientes que nesse momento também estão passando pela crise. Faça eles lembrarem de você. Use e abuse das parcerias e dos recursos digitais para continuar vendendo.

#2 Aproveite para checar como está seu estoque 

Faça um levantamento de quanto você tem investido em mercadorias. Lembrando que estoque é dinheiro parado então é importante saber quanto de dinheiro parado você tem.

Identifique as mercadorias que tem maior giro, que vendem mais, e que é possível vender nesse momento de crise. Quais estão ‘encalhadas’? É possível fazer uma promoção ou dar um desconto que seja atrativo para o cliente?  

#3 Raio X da situação financeira

Faça isso, para você saber exatamente qual será o impacto da diminuição de suas vendas. Para esse mapeamento da situação financeira atual do seu negócio, você pode seguir os seguintes passos:

Atualização ou levantamento de dinheiro que você tem a receber

Aproveite o momento para organizar as contas a receber. Se vende fiado, que não é recomendado, faça uma lista de vencimentos e para os que estão atrasados converse com eles e faça um planejamento para receber esse dinheiro. A gente sabe que alguns dos seus clientes estão passando por um período difícil, mas talvez alguns outros não, e continuam honrando com seus compromissos. Informe ao cliente os procedimentos de segurança para que eles continuem pagando a você sem correr risco de contaminação. Deixando o dinheiro na portaria ou fazendo uma transferência online.

Se já recebe pagamentos via cartão, parcelado, é hora de deixar tudo bem organizado. Analise as datas que as operadoras dos cartões farão transferências para sua conta e os valores principalmente nos próximos três meses, quando se estima que a epidemia começa a entrar numa fase de declínio. Isso ajudará você a ter um panorama de quanto já tem a receber e quanto precisa correr atrás para conseguir se manter nesse período.

Analise as contas que tem a pagar, se possível reduza ou corte custos

Infelizmente as contas não vão parar de chegar. Se perceber o dinheiro curto é necessário identificar quais contas não pode deixar de pagar e até quais podem reduzir ou até mesmo cortar nesse momento de crise.  Se você tem despesas em cartão de crédito ou financiamento com o banco ou cooperativa de crédito, é importante tentar renegociar e quem sabe conseguir mais prazo sem aumentar a dívida. Se não conseguir, essas despesas são prioritárias para serem pagas considerando os juros que incidem sobre o não pagamento. Outra alternativa, é negociar mais prazo com fornecedores e quem sabe até uma redução do valor negociado antes da crise.

Avalie o fluxo de caixa para os próximos meses do negócio

Depois de colocar em prática todas essas dicas, faça uma projeção, ou seja, tenha uma ideia de quanto você precisará de dinheiro, considerando entradas e saídas, nos próximos 3 meses. Você pode fazer isso em um caderno, planilha de Excel ou por um aplicativo, alguns grátis.

#4 Crédito orientado

Considere e pesquise linhas de crédito, agora que você já fez o Raio X do negócio e sabe quanto precisa por mês para passar por isso, pesquise na sua região. Faça sua pesquisa, saiba que os bancos, cooperativas e governos estão pensando nisso, então fique de olho. 

Se planeje e nesse momento de crise, repense o crédito, se essa for uma necessidade e uma opção pra você. A gente sabe e tem acompanhado os desafios trazidos por essa crise do novo Corna Vírus, mas com apoio, organização e criatividade a gente supera. Quem sabe não está na hora de pensar em fazer uma boa gestão do seu negócio? Organização é fundamental para bons resultados. 😉

 

Material de apoio: https://aliancaempreendedora.org.br/tamojunto/gestao-financeira-material-de-apoio-episodio-9-modo/