Você provavelmente ouviu falar que a primeira impressão é a que fica na cabeça das pessoas. Para negócios, é a mesma coisa: a identidade do seu empreendimento será muitas vezes o primeiro contato que potenciais clientes terão com você, antes mesmo de consumir seu produto ou serviço. Por isso, pensar na sua marca é decisivo para o seu sucesso!

Mas o que é Marca?

Bem, segundo David Ogilvy, fundador de uma grande agência de publicidade que leva seu sobrenome:

"Marca é a soma das características de um produto; seu nome; embalagem e preço; sua história; reputação e maneira como ele é promovido.

A marca é também definida pelas impressões dos consumidores sobre as pessoas que a usam; assim como pela sua própria experiência pessoal."

Ou seja, ter uma boa marca é um pouco mais complexo do que se imagina pois envolve muitos critérios subjetivos e não tão racionais. Agora, provavelmente você deve estar se perguntando:

Mas então, como criar uma marca?

Antes de começar, junte o máximo de características e informações sobre o seu próprio negócio:

#Missão: Qual é a razão de ser da sua empresa? Por que ela existe?

#Produtos/Serviços: Quais são/serão os produtos/serviços vendidos pelo seu negócio?

#Diferencial: Existe um diferencial em relação à concorrência oferecido pela empresa? Qual é este diferencial?

#Valores: Quais são os seus valores? Seriedade, qualidade, ética, divertimento, etc? Qual é a imagem que você e seu negócio passam ou desejam passar para seu público?

#Público: Qual é o público que consome o seu produto ou serviço? Qual a faixa etária? Eles possuem algo em comum? Quais são suas características mais fortes?

 

Agora é a hora de construir a sua marca. Vamos lá?

#Escolha o nome do seu negócio

Com base nas informações do seu briefing, faça uma “chuva de ideias” com amigos e colaboradores, ou até potenciais clientes, peça opiniões e sugestões, para que você tenha várias opções de nomes para escolher. E então, selecione os que te parecem mais relevantes em relação a todas as informações que você levantou anteriormente, e vai eliminando os que não gostar. Isso te ajudará a chegar num bom nome.

Cuidado! Não esqueça de verificar se esse nome já não está sendo usado por outro empreendimento do mesmo setor. Para isso, você pode pesquisar no Google por exemplo.

 

#Crie uma Identidade Visual

Agora que você já tem o nome do seu empreendimento, vamos para a Identidade Visual, que é a forma como a sua empresa será representada, e normalmente, é composta por: Um símbolo ou logotipo, vinculado ao nome da sua empresa.

Para os mais avançados, pode ser criado um manual de identidade visual. Esse manual se compõe pelo logotipo, as cores padrão a serem usadas em cartazes, banners e panfletos, as fontes usadas, e as regras para a aplicação da marca.

Nesse caso, você tem duas opções!

#Faça você mesmo!

Se preferir fazer sozinho, utilize sites que permitem criar um design de forma simples e fácil!

Você pode utilizar o site Canva, uma plataforma que oferece facilidade na hora de criar um design e tem muitas opções gratuitas. É super fácil de usar, é só se cadastrar e você pode selecionar o item “Logotipo” para realizar sua criação!

Em seguida, selecione qual modelo de logotipo deseja, como na imagem abaixo e faça suas alterações. Clique nos detalhes e poderá fazer alterações de tamanho e cor, por exemplo. Vamos lá?

#Peça ajuda

Outra opção é contratar um designer. Caso você conheça um que possa ser seu parceiro, cobrar um preço acessível, ou até mesmo realizar outro tipo de troca, melhor ainda. Se não, na internet, existem vários sites, como o WeDoLogos e 99designs que possuem cadastrados centenas de designers, que podem fazer a sua logomarca a um preço acessível.

 

Quer saber mais? Assista o nosso vídeo sobre Marca e identidade visual:

Com essas dicas, bora trilhar um caminho em direção à construção de uma marca do seu negócio!