Com a crise econômica e sanitária causada pela pandemia do Coronavírus, muitos negócios tiveram que fechar suas portas. Seja por restrição durante os períodos de isolamento social, seja porque realmente não tiveram mais como se sustentar. Esse processo todo afetou ainda mais o micro e pequenos empreendedores, que muitas vezes não dispõem de recursos para manter o empreendimento de portas fechadas.

Mesmo que seu negócio esteja passando por isso, saiba que você não precisa desistir! Aqui neste artigo, vamos te dar algumas dicas essenciais para colocar seu negócio no online rapidamente. Por mais que alguns empreendimentos precisem do espaço físico, estar presente no online também é importante para que mais pessoas conheçam seu negócio.

Ter um negócio presente no online também ajuda a manter um contato próximo com seus clientes e admiradores da sua marca, facilitando a comunicação e até mesmo a venda.

Infográfico com o seguinte texto: Como administrar seu negócio online Antes de tudo, defina a persona do seu negócio. 1 - Faça o controle de gastos e finanças: saiba que ler os números e entender qual é a forma mais prática para visualizar adequadamente pode ser sua chance. A planilha de Fluxo de Caixa mostra todas as movimentações financeiras e pode ajudar! 2 - Planeje a sua comunicação: Busque novos clientes, mas também mantenha os que já tem satisfeitos e fidelize através de um bom atendimento, com canais que permitem o contato e solucionar dúvidas. 3 - Monitore e analise seus resultados: utilize ferramentas para monitorar a saída dos produtos, como: planilhas, ferramentas de estoque, a própria plataforma/site, Google Analytics. Não esqueça de avaliar os seus resultados constantemente. 4 - Considere a opinião dos seus clientes: Quando o consumidor percebe que está disposto a ouvir, você ganha credibilidade e também consegue melhorar seus pontos negativos. Dê atenção às críticas, responda de forma educada e busque entender o lado do cliente. 5 - Programe o crescimento do seu negócio: saiba o que voce quer para o futuro! É necessário estabelecer metas de faturamento e ponderar as maneiras mais viáveis de conseguir um bom investimento. Foco nos objetivos! + info: vendedores.mercadolivre.com.br | Realização: Mercado Livre, Aliança Empreendedora e Tamo Junto.

Conheça os canais para vender e divulgar seu negócio no online

Como já adiantamos ali no começo, estar presente no online pode ser mais do que uma saída para os negócios que não sobreviveram ao presencial — é também uma forma de divulgar seu negócio e conseguir novos clientes.

E engana-se quem acha que só existe Facebook e Instagram, ou que precisa fazer “dancinhas” para conquistar o público. A seguir, veja quais são os principais canais para você colocar seu negócio no online:

Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita e fácil de usar. Nela, você irá colocar informações do seu negócio, como site, endereço (se houver), canais de atendimento, fotos, cardápio, horário de funcionamento, entre outras infos. Realizando o cadastro, quando alguém procurar pela sua empresa no Google e no Google Maps, irá aparecer um quadro na tela com essas informações.

Assim fica mais fácil de ser achado na internet, passando mais confiança para o público. Além disso, a ferramenta proporciona a opção dos clientes fazerem avaliações do local e você pode responde-las e obter feedbacks valiosos para o seu negócio.

Marketplace

Uma das principais dificuldades de quem quer passar um negócio presencial para o online é a falta de um site de vendas, também conhecido como e-commerce. Esse problema hoje é fácil de resolver com os Marketplaces, que são uma espécie de shopping online, como o Mercado Livre, Magalu, Shopee etc.

Existem Marketplaces específicos por segmento, e também plataformas que reúnem diferentes setores. Cada um tem suas políticas, taxas, operações de pagamento e transporte. Além de te dar mais visibilidade, os Marketplaces ajudam aqueles que não têm como ter um site e sistema de vendas online. Veja como funciona os Marketplaces para MEI clicando aqui.

Facebook e Instagram

O Facebook e o Instagram são as redes sociais mais populares e acessíveis, atualmente, para os microempreendedores, e o público em geral. Além da possibilidade de fazer stories com links, essas redes também possibilitam a criação de um catálogo de vendas.

Por serem muito utilizadas pelo público, pode ser seu canal principal de contato com seus clientes e seguidores. Aqui você confere algumas dicas de como pode explorar os stories do Instagram para vender mais.

Infográfico com o seguinte texto: Como fazer um anúncio de sucesso na internet? 1 - Seja atrativo: Nas fotos, utilize um fundo neutro e evite colocar textos, marcas d'água, bordas e logos. Tenha uma imagem com qualidade e foco para o cliente conseguir dar zoom e analisar os detalhes. O produto deve ocupar, aproximadamente, 70% da imagem para valorizar o seu produto. No preço, pesquise seus concorrentes para entender se seu produto tem chances de ser vendido e saber qual é a possibilidade de você dar descontos e fazer promoções. 2 - Diversifique suas formas de pagamento: Por isso, no Mercado Livre você tem o benefício de contar com o Mercado Pago, que processa pagamentos com segurança. 3 - Esteja preparado para responder dúvidas: complete seus anúncios com uma rápida lista de respostas para perguntas frequentes ou, se for o caso de ter muitas perguntas, já se antecipe e faça uma seleção das dúvidas que você recebe com mais frequência. 4 - Saiba a quantidade de peças que você tem em estoque: faça o monitoramento do seu estoque e só anuncie os produtos que você tiver disponível para venda. Isso pode evitar avaliações negativas. 5 - Use textos bem claros e detalhados O título é o primeiro contato do cliente com o seu produto, por isso, ele precisa chamar atenção, sem bem escrito e claro. Faça uma pesquisa para encontrar as melhores palavras-chave e descreva o seu produto da maneira mais clara e detalhada que conseguir. + info: vendedores.mercadolivre.com.br | Realização: Mercado Livre, Aliança Empreendedora e Tamo Junto.

WhatsApp 

O WhatsApp hoje é mais do que um simples aplicativo de troca de mensagens. No seu formato WhatsApp Business, dedicada aos empreendedores, há diversas funcionalidades que auxiliam aqueles que têm um negócio e querem usar a plataforma para vender mais.

Pelo aplicativo, por exemplo, é possível criar um catálogo de vendas e deixar nas informações do seu contato. Além disso, com o Status, você pode colocar fotos e novidades sobre seus produtos/serviços. Também é possível automatizar mensagens e personalizar o atendimento criando etiquetas para organização.

Infográfico com o seguinte texto: Onde vender online Marketplace: É uma espécie de shopping center no ambiente online, porque é uma plataforma que reúne diversas marcas e lojas em um lugar. Hoje, existem muitas plataformas nesse formato, como Mercado Livre, por exemplo. Redes sociais: Você pode publicar os seus produtos nas seções de vendas de plataformas, postar em sua página, fazer parte de grupos relacionados ao seu produto, vender direto ao consumidor ou até mesmo usar o WhatsApp para se comunicar com os seus clientes! Loja Virtual: Pesquise qual plataforma é a melhor para ovcê, já que cada negócio tem suas particularidades e necessidades. Se é uma empresa grande, precisará de uma plataforma mais completa, já se tem uma empresa menor, poderá escolher uma plataforma com menors recursos. Vantagens: 1 - Saiba qual é o seu principal objetivo. Pesquise e conheça mais sobre seu público. 2 - Analise o momento em que seu negócio está e qual a melhor maneira para trabalhar essa comunicação. 3 - Entenda as regras de uso de cada ferramenta e qual se adequa melhor ao seu negócio. + info: vendedores.mercadolivre.com.br | Realização: Mercado Livre, Aliança Empreendedora e Tamo Junto.

 

Defina qual o melhor canal para o seu negócio online

Diante das possibilidades de canais para divulgar o seu trabalho e comercializar na internet, é importante definir qual será sua prioridade. Mesmo que você queira usar todos eles de forma complementar, ainda precisa priorizar um canal para não se perder. Veja alguns pontos para ajudar você a definir seu canal principal para se comunicar e vender:

  • Pensar onde seu público-alvo está mais presente e mais ativo para se relacionar com sua marca e para comprar (vale até fazer uma pesquisa com seus clientes mais próximos);
  • Qual canal combina ou se adequa mais ao produto/serviço que você vai oferecer. Por exemplo, se você vende bolos, talvez o Instagram seja o melhor canal, pois prioriza o visual das fotos e vídeos;
  • Pense no tempo que irá dedicar para alimentar o canal. Redes sociais como o Instagram e o Facebook exigem uma constância de postagens, exigindo mais tempo de criação de conteúdo. Já o Google Meu Negócio e WhatsApp, só precisam ter as informações sempre atualizadas;
  • Qual canal é mais efetivo para o seu objetivo de comercializar ou se comunicar.

Alinhe as estratégias para o seu negócio online

É importante ter consciência que nem sempre a mesma estratégia cabe para todos os canais, por isso a necessidade de conhecer bem onde pretende oferecer o seu produto.

Principalmente nas redes sociais, criar uma conexão com seu cliente é superimportante, então esteja preparado para estar com o discurso sempre alinhado na hora de postar e responder comentários. Respostas rápidas, transparentes e com a cara do seu público te trará mais engajamento e chances de fechar bons negócios.

Se organize para poder manter sempre bem alimentada a página do seu negócio, crie um calendário de posts, defina os melhores horários, quais ações para alcançar mais pessoas etc. Nós deixamos aqui no final da página um modelo de calendário de posts para redes sociais. Basta se cadastrar em nosso site para ter acesso!

Você também pode criar e compartilhar conteúdo interessante para seu cliente, que não precisa estar atrelado a comercialização de seus produtos, mas conectado com o propósito do seu negócio. Nesse momento de crise, informar os cuidados que são importantes todos terem e quais ações estão sendo feitas no seu negócio para garantir a saúde e bem-estar, pode gerar mais confiança junto ao público, por exemplo.

Organize a operação para vender no seu negócio online

Tenha em mente que, para vender online, você ainda vai precisar atender as pessoas, tirar dúvidas, organizar os pedidos, verificar disponibilidade ou tempo para produção dos itens que oferece, entre outros serviços do negócio. Tudo isso vai te demandar tempo e cuidados para não gerar má impressão para sua marca.

Conheça sites e programas que te ajudem em cada parte desse processo, ainda mais se você atua sozinho no seu empreendimento. Hoje em dia existem plataformas gratuitas para tratar as fotos ou fazer uma arte bacana para postar (como o Canva). Verifique as ferramentas para programar as postagens, além dos bancos online, para você receber pagamentos de forma fácil e sem pagar muitas taxas.

E para finalizar as vendas online, o fator chave é a entrega! Lembre-se que os cuidados para prevenção da Covid-19 ainda existem e fique atento com as exigências do cliente, como o prazo para entregar e o valor do frete. Para te ajudar nesse processo, analise a região que pretende atender e qual a melhor forma de levar o seu produto. Pode ser desde motoboys até mesmo o uso dos correios e outras transportadoras, pesquise e analise a melhor opção ou se, em alguns casos, o próprio cliente não pode retirar no seu empreendimento.

No WhatsApp: Curso Meu Negócio Online