Falamos muito por aqui sobre como o bom funcionamento de qualquer negócio está diretamente ligado à sua saúde financeira. Sabemos que muitos microempreendedores vivem imersos em uma desorganização, misturando o dinheiro pessoal com o do negócio, não anotando o que entra e sai, e tudo isso é bastante prejudicial para o negócio.Por isso, trazemos no Tamo Junto algumas saídas para mudar esses comportamentos e tornar o dia a dia do negócio mais tranquilo, prático e funcional quando se trata de finanças.

Existem maneiras acessíveis para compreender termos e processos necessários e indispensáveis para uma boa saúde financeira. Estar atento às finanças é o que ajudará, inclusive, para analisar e entender a real necessidade de solicitar crédito para bancos e, se essa for a saída para o crescimento, como calcular esses valores.

Lembrando que buscar crédito deve ser algo a ser feito pensando em investir e fazer seu negócio prosperar, não deve ser algo pensado apenas para cobrir dívidas, pois isso pode abrir portas para novos problemas ao se comprometer com algo a longo prazo que não consegue assumir.Pensar no crédito de forma responsável pode trazer muitos benefícios para o negócio: garantir um fluxo de caixa positivo é passo fundamental para o funcionamento sustentável do pequeno negócio.

Para conseguir o crédito e fazê-lo de forma segura é preciso avaliar seus controles mês a mês e pensar quanto é necessário de dinheiro considerando taxas e outros detalhes. Quer entender melhor como calcular esses valores? Preparamos um vídeo-tutorial para te ajudar nesse processo e uma planilha que poderá ser baixada e utilizada de forma adaptada para o seu negócio:

Baixe a planilha apresentada no vídeo clicando AQUI.

Boa sorte nessa caminhada de investimento!