Nesse momento em que todas as pessoas estão se recolhendo em suas casas por um objetivo maior, muitos negócios estão precisando se adaptar para o mundo digital de uma maneira quase que obrigatória. Porém, sabemos que nem todos os empreendedores e pessoas que trabalham por conta própria podem se adaptar à esse formato virtual: seja pelo modelo atual que tem do negócio - como as vendas porta a porta ou feirantes - , ou ainda pela maior dificuldade de conseguir clientes sem um atendimento presencial - como por exemplo, os negócios de prestação de serviço. 

Por isso, reunimos algumas dicas para você que empreende adaptar o seu negócio quando o online não é uma opção. Vamos lá?

#1 Faça combinados com seus fornecedores e clientes

Se você tem uma boa relação com seus fornecedores e clientes, essa é a hora de aproveitá-la! Cancelar contratos nesse momento pode ser prejudicial para o seu negócio, então busque conversar com essas pessoas de uma forma transparente, explicando a necessidade de adiar algumas ações que estavam previstas para esse momento. Por exemplo, que tal combinar aquela entrega com o fornecedor para uma data mais futura? Ou combinar um pagamento adiantado com seus clientes fiéis prevendo atendimento futuro já garantido? 

Sabemos que algumas pessoas podem ficar desconfiadas e por isso, você pode até pensar em dar algo em troca considerando que você só poderá realmente fazer sua parte mais pra frente. Por exemplo, se você trabalha com diárias, que tal oferecer mais meia diária gratuitamente ou dar um desconto na compra? Ou até mesmo oferecer um brinde ou uma manutenção a mais? Dessa forma, o cliente se sente em vantagem e estará mais disposto a comprar de você.

Além disso, busque ter um controle maior nesse momento e faça uma planilha de controle com contratante, pagamentos, sendo até possível estipular um cronograma de entregas desses combinados. Pensando que você também não pode se prejudicar  lá na frente quando seu negócio voltar a funcionar normalmente. 

 

#2 Planeje combos de serviços ou produtos com parceiros

Em tempos de crise as pessoas estão mais focadas em produtos de necessidades básica e acabam deixando de consumir alguns serviços e produtos. Então, como ainda podem ser consumidos? Uma das maneiras de tornar o acesso ao seu negócio mais fácil é aumentar sua rede, ou seja, encontre parceiros.

Planeje combos de serviços e produtos com parceiros que estão fazendo boas vendas neste momento. Por exemplo, que tal se juntar com aquela amiga que tem um farmácia no bairro e vender seu serviço de manicure junto com os esmaltes? Assim, a pessoa recebe em casa o produto e também recebe um vale para marcar o serviço posteriormente! 

Esse também é o momento de procurar por encomendas que não tenham um prazo tão específico, assim você consegue seguir trabalhando e entregá-lo após esse período turbulento.

 

#3 Flexibilize seu negócio

Muitos empreendedores estão preocupados com seus funcionários nesse momento, nos cuidados relacionados  à saúde e também financeiros. E para que no final do mês você consiga pagar toda a sua equipe, precisamos pensar em alternativas.

A mais básica é: caso você ainda possa (de acordo com as medidas do Governo local e seguindo as orientações sanitárias) e queira abrir seu negócio, tome os cuidados necessários para evitar ambientes de contágio. Por exemplo, se você tem uma farmácia ou mercado de bairro e até mesmo um pet shop. Faça um controle de pessoas que estão entrando no local, deixe que cada um entre de uma vez ou coloque uma faixa na porta eliminando a opção de entrada de pessoas e adapte a compra, levando os produtos e maquininha de pagamento até o cliente que aguarda do lado de fora. Lembrando a importância de sempre higienizar os botões da maquininha com álcool 70% após o uso.

Uma dessas alternativas também pode ser o trabalho com escalas. Pensando em evitar o contato dos funcionários uns com os outros, é possível sugerir uma escada de trabalho em que todos participam, indo um por dia. Outro ponto é, se você perceber que precisa ter menos funcionários, para quem pode dar férias no momento?

Outra opção é repensar as funções dos seus funcionários. Será que alguns dos seus vendedores não estão dispostos a trabalhar com as entregas? Uma conversa franca com os seus funcionários pode ser um ponto importante para decidir os próximos passos do negócio e também entender a disponibilidade de cada um.

E por último, precisamos pensar a longo prazo. Será que em algum momento dessa crise vamos chegar ao ponto de realmente não conseguir sair de casa? Então vamos lá para o atendimento online! Sei que você deve estar pensando que não é possível no seu negócio, mas pense fora da casinha agora. Se você é um encanador, que tal fazer um atendimento online de consultoria? Algo que também pode ser feito por ligação de telefone. Assim, você não precisa se deslocar até a casa do cliente, porém continua dando assistência de uma forma personalizada e direcionada para o problema que ele tem. 

Uma sugestão é buscar a ferramenta do Whatsapp Business, voltado para negócios ele disponibiliza a criação de um catálogo de produtos. Para acessar é só você baixar o Whatsapp Business no aplicativo do Google Play que normalmente você já tem instalado em seu celular. Se sentir dificuldade em encontrar a ferramenta peça ajuda, alguém da sua rede de contato, como amigos, familiares, pessoas que podem te ajudar nessa mudança.

 

#4  Repense o seu negócio

Inovar pode ser a palavra de destaque dessa crise. Infelizmente, precisamos ser realistas e admitir que alguns tipos de produtos e serviços são mais difíceis de serem adaptados a esse momento, principalmente se pensarmos que o foco das pessoas agora é ficar em casa e consumir apenas o necessário para sobreviver.

Então pare e pense, será que essa não é a oportunidade de testar aquele outro negócio que você deixou de lado? Ou até mesmo olhar para suas experiências anteriores, seus conhecimentos, sua rede de contatos e pensar em como transformar seu empreendimento? Bora colocar a cabeça para funcionar e fazer um planejamento do seu negócio para essa crise, seja implementando mudanças ou pensando em um negócio completamente novo. 

Colocar essas ideias em prática pode ser um grande teste para o seu negócio nesse momento e pode trazer muitos aprendizados. Então, não deixe de testar, observar e analisar o que está funcionando e o que ainda pode ser melhorado. 

Conta aqui nos comentários para gente como seu negócio está lidando com essa crise, ok? Vamos apoiar outros empreendedores e fortalecer nossa economia. 😉