As Boas Práticas são práticas de higiene que devem ser obedecidas pelos manipuladores, ou seja, quem produz, coleta, transporta, recebe, prepara e distribui alimentos! Desde a escolha e compra dos produtos a serem utilizados no preparo do alimento, até a venda para o consumidor, o objetivo é evitar que algum dos seus clientes fique doente… Não seria legal para você e o seu negócio, certo?

 

Além de aumentar os lucros e garantir o bem-estar no ambiente de trabalho, existem muitos outros benefícios ao instaurar novas práticas no seu negócio:

  • Eliminar Doenças Transmitidas por Alimentos – DTA;
  • Aproveitar o máximo de nutrientes presentes no alimento;
  • Garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado e a conformidade dos alimentos com a legislação sanitária;
  • Garantir a qualidade dos alimentos;
  • E principalmente, satisfazer os seus clientes!

A gente sabe que para implementar boas práticas em seu negócio, é necessário algumas adaptações e a manutenção do local, mas tudo aquilo que pode causar algum mal á saúde dos clientes representa um perigo para negócios alimentícios.

Então, vamos conhecer algumas regrinhas 
de higiene para evitar isso?

 

#Qualidade da água

A água deve ser de boa qualidade, sem gosto, sem cheiro, transparente e livre de microrganismos perigosos. Os estabelecimentos devem ser abastecidos com água corrente tratada ou de sistema alternativo, como poços artesianos. Nesse segundo caso, a água deve ser analisada de seis em seis meses. Use somente água potável para o preparo dos alimentos e do gelo.

 

#Caixa da água

A água tratada pode ser contaminada com terra, poeira, fezes de animais, insetos, entre outros. Por isso, a caixa d’água deve estar conservada, tampada, sem rachaduras, vazamentos, infiltrações e descascamentos e além disso, deve ser lavada e desinfetada (higienizada) no mínimo a cada 6 meses.

 

#Como higienizar?

A higienização envolve duas etapas: a primeira é a limpeza, para retirar a sujeira que consegue ver, enquanto a segunda se trata da desinfecção, em que você retira a sujeira que não vê como, os microrganismos.

 

#Higiene de Ambientes

Para iniciar a higiene dos ambiente, remova a sujeira. Em seguida, lave com o detergente e enxágue. Depois, é só retirar o excesso com auxílio de rodo e desinfetar com solução clorada.

Dicas:

  • Começar pelo alto.
  • Higienizar tanques, ralos, vassouras, panos, rodo, entre outros.
  • Separar os materiais para lavar o chão dos que são usados para lavar pias.
 

#Higiene de utensílios

  1. Retirar o excesso de sujeira;
  2. Lavar com detergente;
  3. Enxaguar;
  4. Desinfetar com solução clorada;
  5. Secar ao ar;
  6. Guardar em local limpo e protegido.
 

#Higiene de Equipamentos

É importante não esquecer da higiene de liquidificadores, batedeiras, moedores de carne, freezers e geladeiras que você usa diariamente.

Primeiro, retire da tomada e desmonte o utensílio, caso necessário. Depois, lave com detergente e enxágue. Por fim é só desinfetar com solução clorada, secar ao ar e remontar o objeto. Então, você pode usar depois de 15 minutos ou guardar em um local limpo e fechado.

 

#Controle de Pragas

Para diminuir ao mínimo os riscos de contaminação, aplique um programa de controle de pragas: moscas, baratas, formigas, ratos, pássaros, gatos e outros animais.

Eles podem representar grande risco de contaminação, ou seja, não é permitida a presença de animais e pragas nas áreas de preparo, manipulação e armazenamento de alimentos.

 

#Cuidados com o lixo

Além de atrair insetos e outros animais para a área de preparo de alimentos, as lixeiras são ideais para multiplicação de microrganismos. Por isso, as mantenha em locais de fácil limpeza e lembre-se de removê-las diariamente, ou quantas vezes for necessário.

O lixo deve estar sempre ensacado em recipientes apropriado, com tampa e quando removidos dos ambientes. E não esqueça de mantê-lo em local fechado e limpo, até que a coleta pública seja feita.

 

#Como deve ser o ambiente de trabalho?

Agora é hora de manter o seu local de trabalho limpo e organizado! Se preocupe em manter o piso, a parede e o teto conservados e sem rachaduras, goteiras, infiltrações, mofos e descascamentos. Faça a limpeza sempre que necessário e todas as vezes que finaliza suas atividades.

 

#Higienização das mãos

E por último, a higienização das mãos!

Esse é um dos tópicos que por ser tão simples, a maioria dos empreendedores esquece, então preste atenção nos seguintes passos para a lavagem correta das mãos:

  1. Utilize a água corrente para molhar as mãos;
  2. Esfregue a palma e o dorso das mãos com sabonete, inclusive as unhas e os espaços entre os dedos, por aproximadamente 15 segundos;
  3. Enxague bem com água corrente retirando todo o sabonete;
  4. Seque-as com papel toalha ou outro sistema de secagem eficiente;
  5. Esfregue as mãos com um pouco de produto anti-séptico.
 

Agora, com todas essas dicas, não tem porque você não manter o ambiente do seu trabalho limpo e seguro, né? Confira nosso material de Autoavaliação sobre Boas práticas na manipulação de alimentos e veja o que você ainda pode melhorar em seu negócio. 😉