Aliança Empreendedora carregando
Blog
Projeto Costurando o Futuro abre inscrições para participação em Curitiba e região metropolitana!

Projeto Costurando o Futuro abre inscrições para participação em Curitiba e região metropolitana!

O projeto Costurando o Futuro mantém até o dia 10 de julho abertas as inscrições para grupos produtivos e microempreendedores individuais de costura, que queiram integrar a rede empreendedora do projeto, e participar das assessorias e capacitações com a Aliança Empreendedora.

Para esta etapa do projeto procuramos por pessoas ou grupos que já saibam costurar e tenham interesse em se capacitar em aspectos relacionados à gestão. Além da assessoria com a Aliança Empreendedora, os participantes do projeto receberão os materiais e resíduos para costura disponibilizados pelas fábricas da Volkswagen, para a confecção de itens destinados a comercialização. Outro apoio por meio do projeto é a participação na rede empreendedora de costureiras, com o objetivo de manter uma troca de experiências e ideias entre os grupos apoiados.

A partir do dia 10 de julho todos os inscritos serão convidados para um encontro de apresentação do projeto, que será realizado no final do mês de julho. O intuito é levar aos interessados informações sobre o projeto, de como se dá o apoio dentro da Rede Costurando, além de esclarecer possíveis dúvidas.

Como se inscrever

As inscrições devem ser realizadas por e-mail ou telefone, com o interessado entrando em contato pelo costurando@aliancaempreendedora.org.br, ou então pelo número (41) 3013-2409 (falar com Maurício).

Sobre o Costurando o Futuro

O “Costurando o Futuro” é desenvolvido pela Fundação Volkswagen em São José dos Pinhais desde 2013, e é realizado em parceria com a Aliança Empreendedora e a Prefeitura Municipal de São José. Tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento social e econômico de mulheres que vivem no entorno da fábrica que oferece aos participantes empoderamento e alternativas de geração de trabalho e renda, por meio da capacitação profissional em corte, costura e empreendedorismo, utilizando uniforme usados pelos funcionários da Volkswagen do Brasil e tecidos automotivos que seriam descartados para confecção de bolsas, mochilas, acessórios, entre outros. O projeto também traz ganhos ambientais: a fabricação das peças é feita com tecido automotivo não utilizado pela Volkswagen e uniformes antigos de funcionários – o que reduziu consideravelmente o descarte desses materiais em aterros.

 

Comentários