Aliança Empreendedora carregando
Blog
Mentoria voluntária: uma força e tanto ao empreendedor no início de sua jornada

Mentoria voluntária: uma força e tanto ao empreendedor no início de sua jornada

Descubra como você pode fazer parte dessa rede e o impacto que a mentoria gera para a história e o desenvolvimento de empreendedores e seus negócios

A mentoria é uma parte muito importante na jornada de um empreendedor, seja no começo ou ainda quando o negócio está acontecendo há anos. É um processo de troca de experiências, com objetivo de oferecer suporte personalizado para o desenvolvimento das habilidades do empreendedor, e em consequência as do  negócio, e auxiliar na identificação de oportunidades a partir da história e do olhar de pessoas que já passaram por dificuldades ou momentos semelhantes nos aspectos de gestão.

Um levantamento realizado ao longo de dois anos pela Youth Business International (YBI) em parceria com a Middlesex University de Londres revela o impacto da orientação voluntária em jovens empreendedores. Questionários foram aplicados a mais de mil participantes do programa de mentoria em 42 países dentro da rede da YBI em duas fases: entre fevereiro e março de 2016, e para acompanhamento, entre julho e outubro de 2017.

foto mentoria 2

Na primeira fase, 60% dos jovens empreendedores relataram que seus negócios estavam crescendo como resultado do papel acelerador que a mentoria desempenhava. E na segunda fase, 57% deles disseram que as melhorias em seus negócios não teriam acontecido na mesma velocidade ou escala sem a relação de mentoria.

Dentre as várias conclusões apontadas pelo levantamento da YBI, merecem destaque alguns pontos:

# A mentoria funciona como aceleradora do negócio;
# Programas em que mentores e empreendedores receberam um treinamento introdutório mostraram resultados muito positivos;
# Uma boa conexão entre o mentor e o empreendedor é a chave do sucesso;
# Para jovens empreendedores, parece que o desenvolvimento da confiança e autoestima é tão importante quanto aprender habilidades de negócio.

O lugar da mentoria na Aliança Empreendedora

Na Aliança Empreendedora, o programa de mentoria nasceu em 2014. Os mentores são voluntários, que após se inscreverem são selecionados em acordo com critérios que permitam enxergar neles mesmos o potencial para ajudar a desenvolver os empreendedores apoiados, tanto pessoal como profissionalmente. O acompanhamento é individualizado, e os mentores mostram-se muito importantes no sucesso dos empreendedores, tendo como papel justamente encorajá-los e guiá-los, compartilhar experiências e conhecimento e desenvolver a autoconfiança e a autoestima.

O processo inclui um treinamento inicial online para mentores e empreendedores, ao término do qual é feita a conexão entre as duas partes, e então começa o processo de mentoria. A conexão, ou matching, é realizada por meio da análise de perfil tanto do mentor quanto do empreendedor, a partir das informações coletadas no momento da inscrição. São conectados perfis com experiências e necessidades complementares, levando em consideração áreas de atuação próximas e conhecimentos específicos.

mentoria 6

“Para participar como mentor do programa da Aliança, há alguns critérios de seleção. Damos preferência a pessoas que têm experiência com empreendedorismo, seja como empreendedor de fato ou que tenha envolvimento com o ecossistema. Mas também buscamos pessoas que tenham experiência em conhecimentos específicos, como gestão financeira, marketing, área jurídica, e então conectamos essas pessoas com empreendedores que têm necessidades específicas”, descreve Carolina Calefi, coordenadora do programa de mentoria da Aliança Empreendedora.

Uma das grandes riquezas dos processos de mentoria é o aprendizado de via dupla. Luis Alberto Porto Alegre Gudergues é mentor no programa da Aliança Empreendedora há quase dois anos. Especialista em Gestão da Mudança e Inovação de Processos, o professor universitário conheceu o programa pelo site da Aliança e logo se inscreveu. “No ano seguinte, recebi um convite e aceitei. Acho muito importante a transmissão de aprendizado e conhecimento, e gosto muito de ensinar, pois também sou professor. A grande diferença é que existe uma troca: eu ensino e também aprendo. Fico motivado a cada mentoria, pois ver o brilho e a vontade do empreendedor não tem preço. Mantenho contatos semanais e vibro a cada conquista”, diz ele.

mentoria 04

Silviane Del Conte Curi, que trabalha com consultoria a organizações sem fins lucrativos, empresas públicas e privadas, startups e negócios de impacto, além de ser docente em ensino à distância, já atuava como voluntária em programas de mentoria antes de se juntar à Aliança Empreendedora. “Eu já conhecia a instituição há algum tempo, e é muito gratificante a participação na emancipação dos indivíduos e em propostas de fortalecimento e desenvolvimento local por meio de novos negócios ou estratégias”.

Integrante do programa desde 2017, ela também destaca o aprendizado de mão dupla, ao ser colocada em contato com realidades locais, mais específicas: “Às vezes, na mentoria, vemos grandes ideias, buscando montantes altíssimos de recursos, e quando nos deparamos com pequenos empreendedores, percebemos e temos a oportunidade de reinserir a humanidade ao processo de empreender. Esse contato é muito importante”, avalia. Apesar do treinamento inicial sobre o processo de mentoria, oferecido pela Aliança aos mentores e empreendedores, Silviane diz que já se deparou algumas vezes com casos em que as pessoas se inscrevem e não conseguem levar até o fim a mentoria, e lamenta a perda da oportunidade.

Como explica a Carolina, a mentoria é trabalho voluntário que exige tanto do mentor quanto do empreendedor, desde o tempo de dedicação para a atividade até a abertura em falar e ouvir. “Para a mentoria dar certo são necessárias algumas habilidades como por exemplo empatia, escuta ativa, estar aberto a compartilhar, dedicação. E também é necessária uma pré disposição do próprio empreendedor para que a mentoria aconteça. Ele precisa estar engajado nesse processo e preparado para ouvir coisas que talvez não goste, mas que o farão crescer e se desenvolver”.

mentoria 05

Em 2018 já foram treinados na metodologia de mentoria mais de 100 empreendedores. Os mentores estão espalhados por todo o Brasil, pois além dos processos presenciais, a Aliança disponibiliza mentoria online, o que contribui para ampliar o alcance. ”Pode acontecer de um mentor se inscrever para participar do programa e acabar orientando um empreendedor que é de outro estado, outra cidade. E isso tem funcionado muito bem”, avalia Carolina.

Desde o início do programa, mais de 450 empreendedores foram apoiados por mentores.

Comentários