Aliança Empreendedora carregando
Blog
História de empreendedor apoiado pela Aliança Empreendedora é selecionada pelo projeto The Other Hundred

História de empreendedor apoiado pela Aliança Empreendedora é selecionada pelo projeto The Other Hundred

História e fotos de Edson Maia vão aparecer no foto-livro sobre empreendedorismo organizado pelo Global Institute for Tomorrow

A história de Edson Maia, o microempreendedor que levou internet ao Jardim São João Batista, bairro de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, foi uma das escolhidas pela comissão julgadora do projeto The Other Hundred e vai fazer parte do livro fotográfico sobre empreendedorismo organizado este ano pelo Global Institute for Tomorrow.

Conforme o resultado, divulgado no dia 8 de setembro e disponível no site do projeto, Ed será o único representante do Brasil no foto-livro. Os retratos de situações do dia a dia do microempreendedor foram feitos pelo fotógrafo curitibano Brunno Covello.

Criado como um contraponto à lista dos mais ricos do mundo feita pela Forbes, o The Other Hundred é um concurso de fotografias e histórias que resulta na produção de um livro com 100 “foto-histórias”. A cada ano, o projeto foca em um tema e, em 2014, o objetivo  era mostrar histórias de empreendedores que superaram desafios, criaram algo novo e tornaram-se agentes transformadores de suas comunidades.

Ed Maia

Incentivado desde cedo a obter sua própria renda, Ed Maia resolveu se tornar um empreendedor aos 19 anos, motivado não apenas pela ideia de ter um negócio próprio, mas também pela de transformar a sua comunidade em Almirante Tamandaré. Num lugar em que os negócios variam entre bares e minimercado, Ed abriu uma lan house e levou internet ao Jardim São João Batista. Além disso, o jovem começou a prestar outros serviços que facilitaram a vida dos moradores da região, como fazer fotocópias, vender créditos de celular, pagar contas.

Com o negócio já aberto, Ed conheceu o trabalho da Aliança Empreendedora, participou de um projeto de apoio a jovens em 2008/2009 e recebeu microcrédito do Portal Impulso em 2010/2011.

 

Comentários