Aliança Empreendedora carregando
Blog
Dia do Voluntariado: como a dedicação voluntária de horas está presente na rede da Aliança

Dia do Voluntariado: como a dedicação voluntária de horas está presente na rede da Aliança

Nesse Dia do Voluntariado é importante entender como 700 voluntários que compõe o Programa de Mentoria da Aliança Empreendedora  já impactaram mais de 1000 microempreendedores nos últimos 4 anos, apoiando de maneira direta o desenvolvimento de suas histórias e de seus negócios.

Com o Programa de Mentoria da Aliança Empreendedora, microempreendedores do Brasil inteiro têm a oportunidade de conhecer e trocar experiências com mentores voluntários para acompanhá-los no desenvolvimento dos seus negócios. Desde 2015, o Programa  é presente na organização e desde lá mais de 1000 microempreendedores foram conectados a mentores voluntários, que oferecem um suporte personalizado para o desenvolvimento de habilidades empreendedoras como vendas, marketing, gestão financeira, ou mesmo aspectos pessoais, como auto conhecimento e gestão de tempo.

Neste dia 28 de agosto, celebra-se o dia Nacional do Voluntariado que foi oficializado em 1985 por meio da lei Nº. 7.352 e, segundo o Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial (CBVE) os voluntários possuem um perfil padrão: pessoas altamente comprometidas e interessadas em assuntos relacionados ao desenvolvimento humano, dispostas a corrigir desigualdades sociais e se doarem em favor de outras pessoas.

Segundo o estudo realizado por cientistas da Universidade Carnegie Mellon nos EUA rastreou 1.100 adultos durante quatro anos para determinar o efeito do voluntariado sobre a pressão arterial. Descobriram que aqueles que relataram 200 horas ou mais de trabalho voluntário por ano eram 40% menos propensos a desenvolver hipertensão do que aqueles que não se voluntariaram.

Há alguns anos, o trabalho voluntário deixou de ser uma opção pessoal ou de motivação religiosa e passou a fazer parte do cenário empresarial. Apoiar uma causa, humanizar as relações e envolver os funcionários, além de construir uma imagem positiva perante o mercado, ampliam novas habilidade profissionais e fortalecem a integração entre as equipes. Desta forma, no mercado internacional, o voluntariado corporativo passa a desempenhar um papel estratégico dentro das corporações pois engaja e propõe um sentimento de pertencimento e satisfação junto aos funcionários.Enquanto dá seus primeiros passos no Brasil, o voluntariado corporativo já representa ganhos de imagem e lucratividade no exterior.

Hoje a avaliação de impacto do Programa de Mentoria, realizada ao final da relação de mentor e mentorado, revela a importância da orientação voluntária a microempreendedores.Só em 2019, já foram 257 relações de mentoria. Dessas, 78% delas concluídas com índices de sucesso, e 1137 empreendedores inscritos solicitando apoio via mentoria, sendo 54% no primeiro semestre deste ano.

Não são só os números de mentoria voluntária da Aliança Empreendedora que evidenciam a importância desse formato de apoio:outras organizações também comprovam o impacto da mentoria no desenvolvimento dos microempreendedores. Um levantamento realizado ao longo de dois anos pela YOUTH BUSINESS INTERNATIONAL (YBI) em parceria com a Middlesex University de Londres  com mais de mil participantes do programa de mentoria em 42 países.

Na Aliança Empreendedora, desde 2014,  os mentores voluntários contam com treinamentos online e, eventualmente, treinamentos presenciais, que potencializam competências necessárias aos voluntários que se propõe a serem mentores. Além disso, a Aliança fornece materiais de apoio, e reconhecimento aos mentores, que têm a oportunidade de se conectarem a rede de mentores voluntários de todo o Brasil.

Com as trocas de experiências e conselhos feitos durante os encontros de mentoria, pontos importantes do negócio são tratados, isso por meio de um bate-papo em que mentor e mentorado exploram temas de maneira conjunta e compartilhada. “Acredito que conseguimos focar na necessidade de aumento de capital na hora de empreender, focar na necessidade de vendas no momento inicial do negócio, não deixando de lado a gestão e a boa administração. Para esse acompanhamento realizamos encontros semanais”, comenta o mentor Cauan Batista de Oliveira, 47 anos, mentor desde 2018 pelo período de seis meses.

A Aliança Empreendedora agradece a todos os mentores voluntários pela colaboração e engajamento na causa do ecossistema empreendedor. “As horas dedicadas ao próximo são reflexos de empatia e comprometimento com o próximo”, conta Carolina Calefi, coordenadora do Programa de Mentoria da Aliança Empreendedora.

Se você ainda não é mentor e ficou interessado em dividir seu conhecimento com quem está empreendendo, o Programa de Mentoria da Aliança Empreendedora está com inscrições abertas. Inscreva-se aqui: HTTP://BITLY.COM/PROGRAMADEMENTORIA2019

Comentários