Aliança Empreendedora carregando
Blog
Curso de extensão: “Rede de Design Colaborativo” aconteceu em abril em Belo Horizonte - Minas Gerais

Curso de extensão: “Rede de Design Colaborativo” aconteceu em abril em Belo Horizonte – Minas Gerais

Eduardo Gomes Camargo, Coordenador de Design da Aliança Empreendedora, no canto inferior esquerdo, com os alunos do curso de extensão Rede de Design Colaborativo na UEMG em Belo Horizonte, Minas Gerais

Entre os dias 12 e 15 de abril a Aliança Empreendedora realizou o repasse de sua metodologia de apoio em design para a organização aliada Aprecia, capacitando uma turma de designers para dar suporte a grupos produtivos e empreendedores de baixa renda de Belo Horizonte e região.

Em parceria com a Escola de Design da UEMG, o curso de extensão “Rede de Design Colaborativo” capacitou 23 graduandos, mestrandos e professores de design para que eles apliquem a metodologia CriAtive e possibilitem que os empreendimentos beneficiados pela Aprecia possam melhorar seus próprios produtos e serviços.

Esses empreendedores receberão nos próximos meses novos conhecimentos de design e serão incentivados na aplicação de ferramentas e técnicas para, por exemplo, melhorar a combinação de cores de seus produtos, torná-los mais eco-eficientes, aproximá-los do estilo do cliente e até mesmo como escrever um “briefing” aos designers da Rede para elaboração de material gráfico que ressalte os valores culturais do empreendimento.

A formação da Rede de Design Colaborativo é uma iniciativa da Aliança Empreendedora e tem o objetivo de fortalecer o ambiente de inclusão empreendedora em todo Brasil ao estreitar as relações entre design(er) e empreendedor(ismo) de baixa renda.
Num curto prazo, o designer treinado pode assessorar empreendimentos beneficiados por qualquer organização aliada de forma a não gerar dependência criativa. No médio prazo, teremos mais empreendedores seguros para dialogar, aplicar e investir em design como forma de melhorar seus próprios produtos, serviços e renda. E, em longo prazo, o designer que tem contato com a Rede torna-se sensível e cada vez mais capaz de projetar cadeias de valor e produtos que proporcionem a inclusão econômica de empreendimentos populares.

Ao entrarem em contato com a nova postura e atuação do designer como facilitador (e não autor) no processo criativo, os participantes saíram satisfeitos. “Pude, sem dúvidas, aumentar minha sensibilidade e o modo de observar o próximo, o modo de observar suas necessidades, e a forma como tratá-lo.” comentou Larissa Grace, designer da Rede.

Além de novos treinamentos, a Aliança Empreendedora publicará em breve o Panorama CriAtive 2009-2010, que trará  a metodologia que já foi responsável por mais de R$9.000,00 de faturamento nos empreendimentos apoiados até então, de forma colaborativa.

 

Comentários