Aliança Empreendedora carregando
Blog
arquivo
Artigo: Como fazer uma boa pesquisa com seus potenciais clientes

Artigo: Como fazer uma boa pesquisa com seus potenciais clientes


Pode parecer chato, difícil e nenhuma novidade, mas pesquisar o cliente é e sempre será essencial para que qualquer negócio vá para frente!

Você deve estar se perguntando: se todo mundo sabe que pesquisar é importante, porque a maior parte não faz? É porque é caro? Será que é porque é complicado?

Na verdade a maior parte dos empreendedores acha que não sabe como fazer uma pesquisa, ou acredita que sua idéia é realmente maravilhosa e não precisa ser posta a prova. Não se engane, toda idéia pode ser melhorada a partir da opinião de outras pessoas (principalmente de quem é seu potencial cliente!), por isso siga o passo a passo a seguir para fazer uma pesquisa simples e tirar bastante proveito dela.

1) A primeira coisa a ser feita é montar o perfil do seu cliente. Quem você atende? Quantos anos em média essa pessoa tem? Onde ela mora? O que ela compra? Do que ela gosta?

Não esqueça que por mais que você atenda público de todos os tipos, sempre existe uma limitação, um produto para uma senhora com mais de 50 anos é diferente de um produto para um adolescente de 14. Quem foca em uma fatia do mercado tem mais chance de conhecer mais a fundo sobre estes clientes e com isso acertar na divulgação, preço e características do produto ou serviço.

2) Inicie a montagem do seu questionário. As primeiras perguntas sempre serão para conferir se a pessoa que você está entrevistando está dentro do perfil de cliente que você definiu. Confira quantos anos ela tem, onde mora, qual a classe social, etc.

3) Depois de definir as perguntas liste tudo o que quer saber antes de sair perguntando por aí. Para facilitar este trabalho e a análise a ser feita após a pesquisa, é importante você transformar em perguntas cada uma das coisas que deseja saber e criar opções para que o entrevistado possa escolher a que melhor se encaixa delas.

4) Com o questionário pronto agora está na hora de ir a campo. A quantidade de questionários que serão aplicados depende do número de clientes potenciais, mas se você não tem recursos para aplicar muitos questionários, procure aplicar no mínimo 50.

Muitos empreendedores cometem o erro de definir um perfil para o cliente, mas nessa etapa fazem a pesquisa com a própria família ou vizinhos por ser mais fácil ou por serem tímidas. Lembre-se que, ao fazer isso, você estará entrevistando pessoas fora do perfil que você mesmo definiu. Portanto, não se esqueça, não adianta perguntar para quem não é seu possível cliente, deixe de fora os parentes e amigos, pois o único prejudicado será você mesmo com as possíveis respostas equivocadas.

5) O último passo é analisar as respostas dos questionários aplicados. Conte quantas respostas você teve de cada uma das opções dadas nas perguntas e veja quais são maioria. A partir destas respostas, você conseguirá saber quais as mudanças e adaptações são necessárias no seu produto ou serviço para que atenda melhor as necessidades dos seus clientes.

Colocar a idéia a prova não é fácil, às vezes você pode chegar à conclusão de que é melhor não ir em frente, muitas vezes você precisará melhorar seu produto ou serviço, e tudo isso dá trabalho, mas lembre-se que implantar estas melhorias pode ser um divisor de águas entre o sucesso e o fracasso no seu negócio! Pesquise sempre, melhore sempre e aprenda sempre! Com isso e muito trabalho, o sucesso é uma conseqüência!

Texto de Helena Casanovas Vieira, co-fundadora e diretora de acesso a conhecimento da Aliança Empreendedora.

 

 

Comentários